Ads Top

Vídeo – Homem que fez ataques racistas contra filho da vizinha é policial militar da reserva. Ele prestou depoimentos.

Foto: Captura de imagem de vídeo


Um vídeo viralizou esta semana no país inteiro, mostrando uma cena de extremo racismo de um homem discutindo com uma mulher, onde o mesmo profere palavras que ferem a alma, destratando ela e chamando o filho dela macaquinho. No vídeo, admite ser racista e ameaça bater na mulher, que está filmando:

 

"Teu filho é um maldito de um negro desgraçado, que é pirracento", diz o homem. A mulher pergunta: "por que você tem tanto ódio de gente morena?". Ele responde: "Porque eu tenho ódio, porque eu sou racista, porque eu não suporto negro! Eu tenho amigo negro, mas é amigo decente, não essa negrada do c... que é 'marrenta' que nem tu".

 

O caso aconteceu em São Ludgero, em Santa Catarina. O homem identificado como Hélio Martins, 57 anos de idade é sargento da reserva da Polícia Militar. Ele prestou depoimento na tarde de segunda-feira, 20/09/2021, confirmando o vídeo. As imagens podem ter sido feitas na quinta-feira, 16 e as investigações seguem em sigilo. A polícia começou as investigações na sexta-feira, 17.

 

Investigações preliminares indicam que a mulher ofendida é ex companheira do sargento. A vítima não estão na cidade. A polícia tenta localizá-la.

 

Segundo o G1, o homem é investigado pelo artigo 20 da lei 7.716/1989, que diz que é crime praticar o preconceito de raça. A pena prevista é de um a três anos de prisão e multa. Em 2011, o Ministério Público de Santa Catarina denunciou Hélio Martins pelo crime de ameaça em ambiente familiar, mas ele foi absolvido.

 

Em nota, a Polícia Militar de Santa Catarina afirmou que o sargento está na reserva desde 2016. No texto, a polícia disse repudiar qualquer violência contra mulher e o crime de racismo. O caso será encaminhado para a Corregedoria.


Crédito do vídeo: Internauta via WhatsApp:


INFORMAÇÕES: G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.