Ads Top

Vídeos - Jovens abordados pela Rondesp aparecem mortos e familiares recebem vídeos dos corpos; protesto fecha comércios na Barroquinha



O comércio da Avenida J. J. Seabra, na Barroquinha, em Salvador, um dos mais tradicionais da capital baiana, foi fechado na manhã desta sexta-feira (20/9). Tudo teria começado com a morte de dois jovens que, segundo moradores, foram executados pela Polícia Militar. Houve um protesto e a corporação teve de usar spray de pimenta.

 

Segundo testemunhas, tudo começou na tarde de domingo (19/9). Jorge Luis Silva Nascimento, apelidado de "Júnior", 24 anos, e Jamilton Bispo da Silva, ou "Vitor", 22 anos, teriam ido à praia quando, no caminho, foram abordados por uma guarnição da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp BTS).


As vítimas - Foto: reprodução / tv bahia


Eles foram levados à delegacia e, segundo a PM, foram reconhecidos por um cobrador como uma dupla que assaltou um roubo no dia anterior. Depois, a guarnição alega que o caso ficou a cargo da Polícia Civil. Porém, durante a madrugada, o corpo dos dois jovens foi "desovado" na BR-324, próximo à região conhecida como Brasil Gás.


Um vídeo que mostra as vítimas começou a circular nas redes sociais e, por volta de 9h, foi recebido por familiares de Jorge e Jamilton, que tinham notado o desaparecimento. As imagens são fortes e não serão reproduzidas na matéria.


Os parentes e amigos, então, resolveram fazer uma manifestação, fechando a pista. Por conta do ato, viaturas do 18º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Centro Histórico) voltaram ao bairro e, na tentativa de conter o protesto, utilizaram spray de pimenta e bala de borracha. Pelo menos duas pessoas teriam se ferido.

 


Alguns vídeos enviados à redação do Aratu On mostram a ação da PM e os moradores com medo. Com o confronto, os comerciantes decidiram fechar o comércio e não há previsão de que as lojas voltem a abrir. Outra versão é de que traficantes do bairro teriam mandado que os empresários fechassem as portas, mas familiares dos dois negam. 

 

 



As duas vítimas deixam filhos: Jorge tinha um filho de pouco mais de um ano e Jamilton tinha uma menina de três anos. Os moradores contaram que eles eram muito queridos onde moravam, na região do Gravatá, e não tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

 

MATÉRIA DO ARATUONLINE


Um comentário:

  1. "uma dupla que assaltou um roubo (SIC)." Essa foi de lascar a língua portuguesa.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.