Ads Top

Lauro de Freitas - Amigos e vizinhos executados em Lauro de Freitas, foram enterrados nesta terça, 10





"A guerra está tirando a vida de inocentes", diz amigo de homens mortos pelo CV em Areia Branca; vizinhos saíram para por gasolina em carro

 

Os corpos dos amigos e vizinhos executados no bairro de Areia Branca, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, foram enterrados na manhã desta terça-feira (10/8). Cleston Pereira Mariano, de 33 anos, e Artur Reis Miranda, 27, foram mortos porque simplesmente moram no Jambeiro, localidade dominada por uma facção criminosa rival à que atua onde eles foram baleados. 

 

Um amigo de Cleston, que preferiu não se identificar, confirmou a "guerra do tráfico" entre as duas áreas, relatado por reportagem do Aratu On na segunda-feira (9/8). Bandidos do Comando Vermelho e Bonde do Maluco brigam por território na região. Os vizinhos saíram de casa para colocar gasolina em um veículo quando foram parados. 


"Cleston era um amigo de todos da comunidade. Sempre prestativo. Ele estava presente com a comunidade no dia dos pais, onde teve uma partida de futebol. A comunidade não pode estar à mercê dos bandidos. Precisamos de uma resposta. Não podemos visitar nossa família pois moramos em comunidades diferentes", sustentou durante o enterro do rapaz, que aconteceu no Cemitério Quinta dos Lázaros, em Salvador. 

 

Arthur e Cleston foram abordados por integrantes da facção Comando Vermelho. Após perceberem que os dois não tinham residência na área, os criminosos atiraram contra as vítimas. A execução foi filmada pelos assassinos. 

 

"A ficha ainda não caiu. A gente está com o coração partido. Poderia ser qualquer outro pai de família. A guerra está tirando vidas de inocentes. Temos atendimento médico e posto de gasolina que atendem nossa comunidade e não podemos ficar à mercê disso", complementou o amigo, reforçando a informação de que um novo ataque, também do CV, ocorreu no Jambeiro na tarde de segunda. 




A reportagem do Aratu On tentou contato com a titular da 27ª Delegacia Territorial (DT/Itinga), Elaine Laranjeira, para saber sobre o andamento das investigações, mas a delegada não retornou as ligações. 

 

CONFRONTO NO INSTAGRAM

A "guerra" do Comando Vermelho com o Bonde do Maluco continuou pelas redes sociais após as execuções. Integrantes dos grupos trocaram ofensas pelo Instagram, fazendo referência ao crime que acontecera horas antes. "Você mandou a gente subir. A gente subiu e 'botou' 2 no chão. Vai morrer mais", ameaçam os bandidos do CP. 




Os responsáveis pela execuções continuaram, por meio da ferramenta stories, os ataques. "Você que mora na [nome de construtora] que anda com alemão vai se f*** também. Pode avisar que o trem vai passar", ameaça. "Quem faz 'corre' aí pro alemão pode ser qualquer um (Uber, moto, carrinho) procure porque o homem 'soltou os pitbul' dele".






MATÉRIA DO ARATUON

Foto da capa: Arquivo pessoal 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.